Arquivo

Turismo - Instrumentos de Crédito

2016-10-14

Linha de Apoio à Qualificação da Oferta 2016

A Linha de Apoio à Qualificação da Oferta 2016 é um instrumento de crédito que visa proporcionar às empresas do setor do turismo melhores condições no acesso ao financiamento.

A presente linha de crédito destina-se a projetos de investimento com as seguintes finalidades:

- Requalificação de empreendimentos turísticos existentes,
- Criação de empreendimentos turísticos
- Criação e requalificação de empreendimentos, equipamentos ou atividades de animação,
- Criação e requalificação de estabelecimentos de restauração,
- Projetos de empreendedorismo que tenham por objeto empreendimentos, equipamentos ou atividades de animação turística e de restauração de interesse para o turismo e serviços associados ao setor do Turismo.


Este instrumento financeiro encontra-se acessível a empresas turísticas de qualquer dimensão, independentemente da sua natureza ou forma jurídica, desde que cumpram as condições estipuladas.

O montante máximo do financiamento concedido pode chegar aos 75% do valor do investimento elegível, estando definido o valor de 2,5 milhões de euros como limite máximo de investimento do Turismo de Portugal em cada operação, com exceção das candidaturas desenvolvidas em cooperação, agregadoras de várias empresas, em que o limite será de 3,5 milhões de euros.

As empresas podem-se candidatar a projetos de requalificação de empreendimentos turísticos existentes, incluindo a ampliação dos mesmos, ou até a criação de empreendimentos turísticos, desde que se demonstrem diferenciadores em relação à oferta existente e importantes para o posicionamento competitivo do destino, ou resultem da adaptação de património cultural edificado classificado ou de intervenções de reabilitação urbana em áreas de interesse turístico.
São ainda elegíveis a criação e requalificação de empreendimentos, restauração, equipamentos ou atividades de animação, desde que de interesse para o turismo e se diferenciem da oferta existente na região.
Os fundos públicos irão também apoiar o desenvolvimento de novos negócios turísticos, no contexto do apoio empreendedorismo no setor, que apresentem um investimento elegível máximo de 500 mil euros, sejam promovidos por pequenas ou médias empresas a criar ou com, no máximo, 2 anos de atividade completos.

O grupo das instituições de crédito aderentes à Linha reúne o Millennium BCP, Novo Banco, Santander Totta, Banco BPI, Caixa Geral de Depósitos, Banco Popular, Montepio Geral, Barclays Bank, Caixa de Crédito Agrícola Mútuo, Abanca, Banco Português de Gestão e Banco BIC.

Este instrumento financeiro tem uma comparticipação do Turismo de Portugal a 60%, sendo elegível uma componente de fundo de maneio, para apoiar a empresa na gestão da sua tesouraria durante o investimento.

Prazo da Operação: Máximo de 15 anos, incluindo um período máximo de carência de 4 anos
A taxa de juro aplicável à parcela do Turismo de Portugal é nula.

Anexos
Ficha Tecnica

Outras Noticias

Informação ao consumidor + simples

2018-02-06

A medida do SIMPLEX+, Informação ao consumidor + simples, já está implementada.

Agora é possível organizar e disponibilizar, de forma mais simples e acessível, todas as informações que atualmente se encontram afixadas, em formato papel, nos estabelecimentos comerciais, quer sejam obrigatórias ou facultativas.

Através da plataforma www.comunicarconsumidor.gov.pt os comerciantes podem criar o seu painel de informações ao consumidor, o qual substitui, para todos os efeitos legais, os vários documentos em formato papel afixados nas paredes do seu estabelecimento comercial.

É simples e não tem custos. Basta ir ao ‘website’ indicado.

Em caso de duvidas não hesite em contactar a ACIFF.

Preenchimento do MIRR até 31 março

2018-01-29

Decorre até 31 de Março de 2018, o período para submissão do Mapa Integrado de Registo de Resíduos (MIRR), referente ao ano de 2017.

Com vista a uma maior rapidez, eficiência e simplicidade, para preenchimento do MIRR do seu estabelecimento, na Plataforma SILiAmb, podemos ajudá-lo a preencher o MIRR pela sua empresa.


Caso pretenda perceber ou receber mais informação, não hesite em contactar-nos.

Crie o Seu Negócio em 5 Passos

2018-01-29

Decorreu de 16 a 23 de janeiro, na ACIFF - Associação Comercial e Industrial da Figueira da Foz o Workshop que divide em 5 passos a criação de um negócio.

No âmbito do projeto Apreender, a ACIFF em co promoção com a IEFF – Incubadora de Empresas da Figueira da Foz e o CEC/ CCIC – Conselho Empresarial do Centro, promoveram esta ação que contou com 10 participantes que não quiseram perder esta oportunidade.

Crie o seu negócio em 5 passos é um programa estruturado de promoção do empreendedorismo e do espírito empresarial, visando sensibilizar empreendedores para fatores essenciais e os passos relevantes a seguir para a constituição de empresas.

Com este ciclo de workshops sensibilizou-se os potenciais empreendedores para os fatores essenciais e os passos relevantes subjacentes ao processo empreendedor, desde a fase da validação da ideia até à definição do Business Plan.

O Programa foi composto por um ciclo sequencial de 5 workshops temáticos que foram:
16 | Janeiro – Atitude Empreendedora
17|Janeiro - Da ideia ao Negócio
18|Janeiro – Materialização do Negócio
19|Janeiro – Investimento e Fontes de Financiamento
22|Janeiro – O Plano de Negócios

ACIFF entrega prémios do Sorteio de Natal

2018-01-23

A ACIFF entregou no dia 22 janeiro, os prémios aos vencedores do Sorteio de Natal que a associação levou a cabo como dinamização para a época de natal.

Comércio Figueira Natal 2017 foi o nome dado à iniciativa que contou com a participação de perto de 60 lojas do Comercio Tradicional localizadas essencialmente entre o bairro novo e a zona considerada baixa.

Ao todo foram contabilizadas 18.300 senhas para o escrutínio que colocadas na tombola ditaram como vencedoras Luis Florência, Elisabete Silva e Maribela Teixeira.

As compras feitas na Throtleman e nos Miúdos Giros, bem como as senhas adquiridas pela empresa Microplásticos para os seus funcionários, deram a oportunidade de ganhar 2500€, tendo sido este o valor que a ACIFF entregou em vales que serão agora convertidos em compras até 30 de junho, nas mesmas lojas que aderiram à iniciativa a que nos propusemos.

A Direção da ACIFF representada pelo Presidente Carlos Moita e pelos Vice-Presidentes Nuno Lopes e Vitoria Abreu, fizeram questão de agradecer a participação dos presentes, mas também de todas as lojas que acreditam no desafio que a ACIFF lhes propôs.

Os presentes na entrega de prémio tiveram ainda a oportunidade de perceber que em termos económicos este evento gerou uma facturação superior a 183.000€ em compras nos estabelecimentos aderentes no período em que decorreu o sorteio (24 de novembro a 24 de dezembro), tendo em conta a regra de 10€ por compra, face às senhas vendidas.

A Dinamização do natal por parte da ACIFF teve um investimento a rondar os 6.000€ dos quais 2.500€ foram na promoção e legalização do sorteio em causa.

A 2.ª edição do Sorteio de Natal consolidou a ideia e intenção da ACIFF que ao promover esta iniciativa pretendia a dinamização da época, que continua a ser por excelência, de maior consumo no comércio.
Da parte da ACIFF a direção reforça a disponibilidade para continuar a realizar esta iniciativa bem como, aceitar ideias válidas que se possam reflectir na dinamização do setor atraindo assim mais pessoas e dando-lhes a qualidade de um atendimento personalizado que só o comércio tradicional tem.