Arquivo

Sorteio de Natal Comercio Tradicional 2017

2017-11-29

Neste Natal ao comprar está a ganhar!

Este continua a ser o slogan do sorteio promovido pela ACIFF que decorre entre 24 novembro e 24 dezembro para dinamização do Comércio Tradicional.

Até 24 dezembro ao fazer compras nas lojas aderentes e devidamente identificadas com a imagem do sorteio, habilita-se a ganhar prémios até 2500€.

As senhas depois de preenchidas e colocadas na tômbola, habilitam os vencedores a vales para compras nas lojas aderentes, à escolha dos vencedores, entre janeiro a junho 2018.

O sorteio realiza-se a 5 de janeiro de 2018, nas instalações da ACIFF e serão apurados 3 vencedores para os seguintes prémios:
- 1º Prémio - 1.500€ (mil e quinhentos euros)
- 2.º Prémio - 750€ (setecentos e cinquenta euros)
- 3.º Prémio - 250€ (duzentos e cinquenta euros)

Esta concurso publicitário “Comércio Figueira Natal 2017”, n.º 123/2017 é autorizado pela Secretaria Geral do Ministério da Administração Interna e os prémios não são convertíveis em dinheiro.

Compre no comércio de rua, em particular nas nossas lojas aderentes!

Boas Festas neste Natal com o Comércio Tradicional!

Anexos
Lista Lojas aderentes

Noticias Relacionadas

Passatempo Montras Natal até 24 dezembro

2017-12-06

Até 24 de dezembro convidamos a visitar as nossas montras.
O passatempo que a ACIFF leva a cabo tem como tema as 'tradições de natal'.
Bolas, sinos, estrelas decoram estes espaços e dão brilho a esta época tão mágica e especial.

Alldresscode - (moda homem e senhora) - Rua Académico Zagalo, 20

Casa da Óptica - (optica) - Av. do Brasil nº186 R/c - Buarcos

Casa Tinoco - (decoração) - Rua Cândido dos Reis, 19

Cassata - (pastelaria, gelataria e Cake design) - Rua Maestro David Sousa, 74

Cosy Little Things - (decoração e souvenires) - Rua Dr. Calado, 38 r/ch

Foz Mania - (moda criança) - Rua da República, 27

Ideias Mirita - (moda senhora) – Centro C. Comercial Complexo
Mondego, R. Dr Francisco A. Diniz, Loja 12

Imoexpansão imobiliária (imobiliária) - Rua da Liberdade, 63

Kouros Sapataria - (sapataria) - Rua Republica, 278

Loja da Tânia - (moda homem e senhora) - Rua Afonso de Albuquerque, 2

Lojas Foto Braga - (fotografia) - Rua da República, 133 - R/ch
Lojas Foto Braga - (fotografia) - Rua Maestro David Sousa, 64
Lojas Foto Braga - (fotografia) -Largo Maria Jarra, 16 - Buarcos

Milano - (moda e acessórios senhora) - Rua Bernardo Lopes, 121

Miúdos Giros - (moda criança) - Rua da Republica, 252

Moveis Larbelo - (moveis e decoração) - Rua Miguel Bombarda, 46

Óptica Morais - (optica) - Praça 8 Maio, 11

Ourivesaria Exata - (ourivesaria) - Rua da República, 136

Passerelle - (moda senhora) - Rua da República, 135

Pirikos Cake Design - (decoração e festas) - Rua Cândido dos Reis, 5

POP - Produtos Originais Portugueses - (produtos tipicos) - Mercado Municipal Engº Silva, loja 17, Passeio Infante D. Henrique

Primoptica - (optica) - Rua da República, n.º 211

Primoptica Marina - (optica, relojoaria e ourivesaria) - Rua 5 de Outubro, n.º 4

Red Oak - (moda senhora e acessórios) - Rua Cândido dos Reis, n-º 83

Rótulos & Expressões - (garrafeira e gourmet) - Rua da República,71

Sapatarias Quaresma - (sapataria) - Rua 5 de Outubro, 18

Vitórias- (moda homem e senhora) - Av. Saraiva de Carvalho (junto às bombas da BP)

XPTO - (moda homem e senhora) - Rua Cândido dos Reis, 45

ACIFF e MGM-Club com cartão de fidelização

2017-07-10

Os cartões de fidelização podem facultar aos comerciantes e prestadores de serviços informação direta e fidedigna que mais nenhuma outra ferramenta poderá dar.

Se hoje uma das variáveis fundamentais do negócio é o conhecimento do consumidor, o cartão capta toda essa informação, lembrando que uma das grandes tendências do retalho é o “customer centricity”, ou seja, colocar o cliente no centro de tudo.

A ideia dos cartões de fidelização vai de encontro a uma regra básica nos negócios, isto é, manter um cliente é mais fácil do que atrair novos consumidores. Portanto, para não perder clientes, cada vez mais as empresas investem em programas de fidelização.

Nesta Linha, e seguindo as tendências neste capitulo dos programas de fidelidade praticados essencialmente pelas Grandes Superfícies e Gasolineiras nacionais, assente no conceito “DESCONTO EM CARTÃO” a MGM Club oferece uma plataforma “Cartão de Cliente” que a ACIFF considerou ser uma mais valia para os seus associados.

Assim foi estabelecida uma parceria com a MGM – Club detentora desta plataforma e de uma app que permite ao consumidor final acumular saldo nos estabelecimentos aderentes e será neles que o mesmo é descontado.

Ao descarregar a aplicação em www.mgm-club.com fica a conhecer todos as lojas aderentes e as suas vantagens.

Até ao momento os associados aderentes a esta plataforma são:

• Centro Dietético Salutaris

• Centro Multiterapêutico Raio Azul

• Champagne Bar

• Doces de Portugal

• Farmácia Central

• Farmácia Faria

• Farmácia Soares

• Foztropic - loja animais

• Goldenart – Consultoria de Imagem e design de Moda

• Ideias à Medida - atelier de costura e retrosaria

• Katharina Philip – cabeleireiro

• Lota Nova – Carluz Bar

• Marujo Sandwich Bar

• Passerelle – pronto a vestir

• Pentyarte Cabeleireiro

• Restaurante A Cantarinha

• Roupa Nova - pronto a vestir

• Salão Chapéu

• Santiago Bikes

• Volta & Meia – restaurante

• We Phone - Telecomunicações

Mais informações através do email aciff@aciff.pt ou telefone: 233401320.

ACIFF entrega prémios às vencedoras do Sorteio de Natal

2017-02-21

Neste Natal as compras foram no Comércio Tradicional

A ACIFF entregou esta segunda-feira, dia 23 janeiro os prémios aos vencedores do Sorteio de Natal que a associação levou a cabo como dinamização para a época de natal.

Comércio Figueira Natal 2016 foi o nome dado à iniciativa que contou com a participação de 83 lojas do Comércio Tradicional localizadas essencialmente entre o bairro novo e a zona considerada baixa.

Ao todo foram contabilizadas 15.000 senhas para o escrutínio que colocadas na tombola ditaram como vencedoras Adriana Pereira, Maria Alice Simões e Emília Ramos.
As compras feitas na Colorvita, Sapatarias Quaresma e na Lavifoz deram a oportunidade de ganhar 1750€, tendo sido este o valor que a ACIFF entregou em vales que serão agora convertidos em compras até 30 de junho, nas mesmas lojas que aderiram à iniciativa a que nos propusemos.

A Direção da ACIFF representada pelo Presidente Carlos Moita e pelo Vice-Presidente Nuno Lopes fizeram questão de agradecer a participação dos presentes mas também de todas as lojas que acreditam no desafio que a ACIFF lhes propôs.

O prémio total foi apetecível mas contemplou somente três pessoas por isso, para a 2.ª edição pretende-se ajustar a questão dos prémios de forma a contemplarmos mais pessoas e assim chegar a mais lojas, bem como outras sugestões que foram sendo dadas por comerciantes ao longo do processo em que decorreu esta iniciativa.
Os presentes na entrega de prémio tiveram ainda a oportunidade de perceber que em termos económicos este evento gerou uma faturação superior a 225.000€ em compras nos estabelecimentos aderentes no período em que decorreu o sorteio (28 de novembro a 24 de dezembro), tendo em conta a regra de 15€ por compra, face às senhas vendidas.

A Dinamização do Natal por parte da ACIFF teve um investimento a rondar os 8.500€ dos quais 5.000€ foram na promoção e legalização do sorteio em causa.

O Sorteio de Natal foi criado como forma de dinamizar a época por excelência de maior consumo do comércio que vive dias difíceis por isso o esforço tem de ter retorno, sendo fundamental que os comerciantes aderiram a estas e outras iniciativas que a ACIFF possa levar a cabo.

Da parte da ACIFF a Direção reforça a disponibilidade para aceitar ideias válidas que se possam reflectir na dinamização do setor atraindo assim mais pessoas e dando-lhes a qualidade de um atendimento personalizado que só o comércio tradicional tem.

Neste Natal as compras foram no Comércio Tradicional

2017-01-25

A ACIFF entregou esta segunda-feira, dia 23 janeiro, os prémios aos vencedores do Sorteio de Natal que a associação levou a cabo como dinamização para a época de natal.

Comércio Figueira Natal 2016 foi o nome dado à iniciativa que contou com a participação de 83 lojas do Comercio Tradicional localizadas essencialmente entre o bairro novo e a zona considerada baixa.

Ao todo foram contabilizadas 15.000 senhas para o escrutínio que colocadas na tombola ditaram como vencedoras Adriana Pereira, Maria Alice Simões e Emília Ramos.

As compras feitas na Colorvita, Sapatarias Quaresma e na Lavifoz deram a oportunidade de ganhar 1750€, tendo sido este o valor que a ACIFF entregou em vales que serão agora convertidos em compras até 30 de junho, nas mesmas lojas que aderiram à iniciativa a que nos propusemos.

A Direção da ACIFF representada pelo Presidente Carlos Moita e pelo Vice-Presidente Nuno Lopes fizeram questão de agradecer a participação dos presentes mas também de todas as lojas que acreditam no desafio que a ACIFF lhes propôs.

O prémio total foi apetecível mas contemplou somente três pessoas poi isso, para a 2-ª edição pretende-se ajustar a questão dos prémios de forma a contemplarmos mais pessoas e assim chegar a mais lojas, bem como outras sugestões que foram sendo dadas por comerciantes ao longo do processo em que decorreu esta iniciativa.
Os presentes na entrega de prémio tiveram ainda a oportunidade de perceber que em termos económicos este evento gerou uma facturação superior a 225.000€ em compras nos estabelecimentos aderentes no período em que decorreu o sorteio (28 de novembro a 24 de dezembro), tendo em conta a regra de 15€ por compra, face às senhas vendidas.

A Dinamização do Natal por parte da ACIFF teve um investimento a rondar os 8.500€ dos quais 5.000€ foram na promoção e legalização do sorteio em causa.

O Sorteio de Natal foi criado como forma de dinamizar a época por excelência de maior consumo do comércio que vive dias difíceis por isso o esforço tem de ter retorno, sendo fundamental que os comerciantes aderiram a estas e outras iniciativas que a ACIFF possa levar a cabo.

Da parte da ACIFF a direção reforça a disponibilidade para aceitar ideias válidas que se possam reflectir na dinamização do setor atraindo assim mais pessoas e dando-lhes a qualidade de um atendimento personalizado que só o comércio tradicional tem.