Arquivo

LINHA CAPITALIZAR 2018

2018-07-11

Lançada pelo Ministério da Economia, a 11 de julho de 2018, a Linha de Crédito Capitalizar 2018 tem uma dotação de 1.600 milhões de euros, distribuídos por um conjunto de instrumentos financeiros dirigidos maioritariamente a PME.

Com montantes de financiamento entre 50 mil e 2 milhões de euros por empresa e prazos que variam entre 3 e 10 anos, a Linha de Crédito Capitalizar 2018 está disponível nos balcões dos bancos aderentes e está estruturada em linhas de crédito específicas:


Linha “Micro e Pequenas Empresas”

Dotação: 450 milhões de euros
Objetivo: melhorar as condições e facilitar o acesso ao crédito às Micro e Pequenas Empresas

Linha “Indústria 4.0 – Apoio à Digitalização”

Dotação: 100 milhões de euros
Objetivo: melhorar e facilitar o acesso ao crédito às empresas que desenvolvam, produzam ou invistam em soluções tecnológicas no âmbito da Indústria 4.0 – Apoio à Digitalização

Linha “Fundo de Maneio”

Dotação: 700 milhões de euros
Objetivo: complementar à Linha IFD (que tem restrições ao financiamento de Fundo de Maneio)

Linha “Plafond de Tesouraria”

Dotação: 150 milhões de euros
Objetivo: Induzir a oferta de crédito na modalidade de plafond de crédito em sistema de revolving conferindo maior flexibilidade à gestão de tesouraria

Linha “Investimento Geral”

Dotação: 100 milhões de euros
Objetivo: financiamento de investimentos: Regiões de Lisboa e Algarve; Não PME e CAE's fora da Linha Capitalizar

Linha “Investimento Projetos 2020”

Dotação: 100 milhões de euros
Objetivo: complementar à Linha IFD 2016 para despesas de investimentos em projetos 2020

Consulte toda a informação no documento de divulgação da Linha de Crédito Capitalizar 2018.

Anexos
Linha de Credito Capitalizar 2018

Outras Noticias

Linha de Crédito para apoio a Empresas afetadas pelo Furacão Leslie

2018-12-14

Foi lançada esta semana a Linha de Crédito para Apoio a Empresas Afetadas pelo Furacão Leslie que tem como objetivo o financiamento dos custos da reabilitação das instalações e equipamentos atingidos, bem como as necessidades de fundo de maneio associadas ao relançamento da sua atividade.

A ACIFF disponibiliza o seu apoio, através do Gabinete Empresa, para esclarecimentos sobre a linha de apoio bem como ajuda na instrução do processo.

OPERAÇÕES ELEGIVEIS:

• São elegíveis operações destinadas ao financiamento de investimento em instalações e equipamentos atingidos e fundo de maneio associado ao relançamento da atividade;
• A aplicação em fundo de maneio não poderá ultrapassar 25% do valor do financiamento contratado.

CONDIÇÕES DAS ENTIDADES BENEFICIÁRIAS

• Micro, Pequenas e Médias Empresas certificadas por Declaração Eletrónica do IAPMEI, afetadas pelo Furacão Leslie ou pelo incêndio que afetou a região de Monchique em agosto de 2018, situações a comprovar através de apresentação de declaração emitida pelas respetivas Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional ou Câmara Municipal, ou ainda pelo IAPMEI;
• Sendo Empresários em Nome Individual inscritos no regime simplificado de IRS, sem contabilidade organizada, devem apresentar no momento da candidatura ficha descritiva do património (ativos fixos e circulantes) afeto à atividade empresarial;
• Desenvolvam atividade enquadrada na lista de CAEs (Anexo I do Documento de Divulgação);
• Situação líquida positiva no último balanço aprovado, condição não aplicável aos Empresários em Nome Individual inscritos no regime simplificado de IRS, sem contabilidade organizada;
• Não tenham dívidas perante o FINOVA à data do enquadramento e tenham a situação regularizada junto da Administração Fiscal e da Segurança Social à data da contratação do financiamento;
• Empresas que não cumpram as condições referidas no ponto anterior, poderão ter acesso à Linha desde que assumam o compromisso, por escrito, a constar do contrato de financiamento, que procederão à respetiva regularização no prazo de 12 meses a contar da data de contratação da operação.

MONTANTE MÁXIMO POR EMPRESA

• Até 80% do valor dos danos sofridos, identificados pela empresa lesada e validados pelas entidades - Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional ou Câmara Municipal, ou ainda pelo IAPMEI,
• ou 90%, no caso da empresa deter cobertura de risco por contratos de seguros, deduzido do valor das indemnizações dos seguros ou de outras doações ou compensações recebidas para cobrir total ou parcialmente os danos causados, com o limite máximo de 1.000.000 euros.

As empresas poderão apresentar, através da mesma Instituição de Crédito ou de várias Instituições de Crédito, mais do que uma operação à Linha de Crédito.

TIPO DE OPERAÇÕES

• Empréstimos de Medio e Longo Prazo com prazo até sete anos, um período de carência de capital de até dois anos e reembolsos de capital a 1, 3 ou 6 meses.
• As operações beneficiam de uma garantia de 80% prestada pelas Sociedades de Garantia Mútua, cuja comissão de garantia é integralmente bonificada pelo Estado.

TAXA DE JURO A SUPORTAR PELAS EMPRESAS:

Por acordo entre o Banco e o beneficiário, será aplicada à operação uma modalidade de taxa de juro fixa ou variável, indexada à Euribor a 1, 3, 6 ou 12 meses, com um spread variável, com limite máximo entre 1,65% e 3,00%, de acordo com a Tabela que poderá consultar no Documento de Divulgação.

As operações ao abrigo desta Linha ficarão isentas de comissões e taxas praticadas pelos Bancos e outras similares praticadas pelo Sistema de Garantia Mútua, sem prejuízo de serem suportados pelo beneficiário os custos e encargos associados à contratação do financiamento.

Eleição Bolo Rei dia 15 dezembro

2018-12-07

No próximo dia 15 de dezembro, o Mercado Municipal será palco da 3.ª edição da Eleição do Melhor Bolo Rei Tradicional da Figueira da Foz.

Esta eleição conta com o apoio da Escola Profissional da Figueira da Foz.

Dia 15 dezembro, pelas 11h a ACIFF convida a fazer parte desta eleição.

Montras de Natal 2018

2018-12-06

São 27 as lojas que estão a concorrer à melhor montra deste natal.

Iremos eleger a Montra de Natal 2018 e atribuir ainda 2 menções honrosas.

Convidamos todos a apreciar as nossas lojas que aceitaram o desafio.

Até dia 24 dezembro visite:

- 2 kids (roupa e acessórios bebe e criança)


- Alldresscode (moda e acessórios) - Rua Bernardo Lopes, 99

- Cambraia Modas (tecidos) - Rua da República, 178

- Casa Garcia (moda homem e senhora) - Rua da República, 28

- Casa Tinoco (decoração) - Rua Cândido dos Reis, 19

- Cosy Little Things (decoração e souvenires) - Rua Dr. Calado, 38 r/ch

- Diamante Azul (decoração) - Rua 5 Outubro, 16

- Diamante Azul (ourivesaria) - Rua 5 Outubro, 14

- Flora Santa Rita - Ervanária - Rua da República - FozCenter, lj 20

- Invulgar (sapataria) - Largo Tenente Valadim, 11

- Kitty Atelier (noivas e cerimónia) - Praça 8 de Maio, 31

- L & Ponto (decoração) - Rua da República, 113

- Loja da Tânia (moda homem e senhora) - Largo Tenente Valadim, 13

- Lojas Foto Braga (fotografia) - Largo Maria Jarra, 16 - Buarcos

- Lojas Foto Braga (fotografia) - Rua da República, 133 - R/ch

- Lojas Foto Braga (fotografia) - Rua Maestro David Sousa, 64

- Marina Store by Primotica (optica e ourivesaria) - Rua 5 de Outubro, 4

- Milano (moda e acessórios senhora) - Rua Bernardo Lopes, 121

- Miúdos Giros (moda criança) - Rua da Republica, 252

- Óptica Morais (Optica) - Praça 8 Maio, 11

- Plano B (vestuário, calçado, acessórios) - Rua Cândido dos Reis, 93

- Primoptica (óptica) - Rua da República, 211

- ProBebe (Puericultura e brinquedos) - Rua 10 de Agosto, 35

- República - Loja Colaborativa - Rua da República, 67

- Salão Bertô (cabeleireiro e estética) - Rua Cândido dos Reis

- Sapatarias Quaresma loja 2(sapataria) - Rua 5 de Outubro, 18

- VAZ- Joalheiros (joalharia e relojoaria) - Rua 5 de Outubro,

Boas compras!

Sorteio Natal 2018

2018-12-01

Neste Natal, quanto mais comprar, mais tem a ganhar!

O sucesso alcançado nas 2 edições anteriores do Sorteio de Natal, leva a ACIFF – Associação Comercial e Industrial da Figueira da Foz, a dar continuidade a esta iniciativa que visa a dinamização do designado comercio tradicional.

Até 24 de dezembro são 65 os espaços comerciais aderentes à 3.ª edição do Sorteio de Natal que habilita os consumidores a prémios, este ano no valor total de 2.750€.

A Direção da ACIFF considera fundamental premiar a fidelidade dos consumidores ao comércio local e por isso este ano serão 12 os premiados divididos por:

- 1.º prémio (750€)
- 2.º prémio (500€)
- 3.º prémios (400€)
- 3.º prémios (400€)
- 4.º prémios (150€)
- 4.º prémios (150€)
- 4.º prémios (150€)
- 5.º prémios (50€)
- 5.º prémios (50€)
- 5.º prémios (50€)
- 5.º prémios (50€)
- 5.º prémios (50€)

Esta divisão permitirá um maior numero de premiados e foi sugestão da maioria dos lojistas aderentes das edições anteriores.

Estes prémios serão atribuídos de acordo com o regulamento definido e aprovado pelo MAI (Ministério da Administração Interna), sobre a forma de vales, e poderão ser utilizados em compras a realizar até 30 de junho de 2019, em qualquer uma das lojas aderentes, na Figueira da Foz.

A diversidade das 65 lojas aderentes está repartida por lojas de pronto-a-vestir para homem, senhora e criança, acessórios, sapatarias, desporto, talho, restaurantes, moveis e decoração, ourivesarias, eletrodomésticos, óticas, utilidades para o lar, fotografia, estética e cabeleireiros, padaria e pastelaria, ervanária, reparação vidro automóvel, stand motos e um hotel.

A identificação das lojas aderentes é promovida pela imagem da campanha refletida no site e Facebook da ACIFF.
Está também identificada em outdoor colo cado na Rotunda do Cavador, em Tavarede.

As lojas estão essencialmente localizadas, sua grande maioria, na designada zona comercial situada entre a entrada da cidade, zona da baixa e praças e bairro novo.

Boas festas e boas compras, no comércio local em particular, nas lojas aderentes.