Arquivo

FigueiraSea 25 s 28 na Praça do Forte

2019-08-05

No próximo mês de setembro a ACIFF - Associação Comercial e Industrial da Figueira da Foz em parceria com a Câmara Municipal da Figueira da Foz, organizam a “FigueiraSea – Sustainable Expo Alliance”.

Este evento decorrerá de 25 e 28 de Setembro, na Praça do Forte, da cidade da Figueira da Foz.

Pretende-se que a FigueiraSea seja uma exposição com uma vertente profundamente económica, aberta à comunidade, vocacionada para o Mar e para a Sustentabilidade tornando-se este um espaço de referência na Figueira da Foz onde a economia azul e a sustentabilidade das sociedades e das organizações, encontrem um palco de excelência.

O Mar, o desenvolvimento sustentável das empresas e das sociedades, e o seu reflexo na economia, a responsabilidade social dos intervenientes, um planeta com futuro, são desafios que estão definitivamente na ordem do dia. São estes temas que pretendemos ver refletidos nos expositores e participantes deste certame.

A Praça do Forte será palco de mais de 60 espaços de exposição (interior numa tenda colocada para o efeito mas também no exterior com empresas de maior dimensão).

Dentro e fora da tenda a inovação, as start ups e o empreendedorismo têm uma área definida para que se possam dar a conhecer.

Haverá ainda lugar a uma zona de alimentação num modelo street food onde haverá espaço para animação e serão criadas algumas dinamizações em todo o recinto com a colaboração de entidades nacionais com a Marinha Portuguesa, Suma, Sociedade Ponto Verde entre outros.

Dia 28 de setembro haverá lugar a uma regata de Remo durante a manha com o apoio dos antigos remadores da Associação Naval 1.º de Maio e do Ginásio que prontamente se associaram à iniciativa e que conta agora também a divulgação da Federação Portuguesa de Remo.
Da parte da tarde o Centro Nautico da Figueira da Foz promove uma Regata de Vela.

Está ainda presente para ser visitada a fragata NRP António Enes que será um polo de visita de excelência.

A FigueiraSea será inaugurada no dia 25 setembro pelas 18h, funcionando nos restantes dias entre as 15h e as 23h, com entrada gratuita.

Em paralelo decorrerá no CAE – Centro de Artes e Espetáculos da Figueira da Foz uma conferência científica internacional a Blue Ocean Meeting que é responsabilidade do Marefoz e da Universidade de Coimbra.

Associaram-se à feira diversas individualidades locais e nacionais que compõem uma Comissão de Honra e que estão em documento anexo.

Figueirasea a feira onde o desafio feito às empresas implica a capacidade de dar a conhecer o que se faz em matéria de sustentabilidade!

A Figueira da Foz está desta forma a dinamizar temáticas de grande importância e de preocupação com as gerações futuras.

Acompanhe-nos aqui, no site http://figueirasea.com/ e no Facebook da ACIFF.

Anexos
FigueiraSeaComissão de Honra

Noticias Relacionadas

Centro Qualifica da ACIFF

2019-10-07

No passado dia 2 de outubro o Centro Qualifica da ACIFF completou 2 anos de existência.

Um brinde a todos os que são parte ativa neste processo, desde a equipa técnica, a todos os parceiros que confiaram no centro e acima de tudo a todos aqueles que quiseram ver elevadas as suas qualificações.

Ficam os votos de cada vez mais e melhor no caminho da valorização pessoal e profissional de todos e cada um!

A sustentabilidade em destaque na 1.ª edição da FigueiraSea

2019-10-06

A Figueira da Foz foi palco de 25 a 28 de setembro, de uma feira de atividades económicas onde a sustentabilidade esteve em destaque.

Pretendia-se que a FigueiraSea – Sustainable Expo Alliance fosse uma exposição com uma vertente profundamente económica, aberta à comunidade, vocacionada para o Mar e para a Sustentabilidade tornando-se um espaço de referência na Figueira da Foz onde a economia azul e a sustentabilidade das sociedades e das organizações, encontra-se um palco de excelência.

Na Praça do Forte, ocupando uma área de mais de 2500m2, foram mais de 80 os expositores que marcaram presença, dos quais perto de 60 eram empresas que aceitaram o desafio de mostrar o que estão a praticar em matéria de sustentabilidade.

A FigueiraSea foi visitada por perto de 15.000 pessoas, durante os quatro dias em que decorreu o certame puderam apreciar as empresas expostas, a inovação, as start ups e o empreendedorismo, saborear as delícias gastronómicas presentes no Street Food e nas freguesias locais com doçaria típica do concelho.

Houve espaço para dinamização com música ao vivo de artistas da Figueira da Foz, com destaque para a Band Dixie da Sociedade Instrução e Recreio de Lares; A Meias (Susana Jorge e Luis de Sousa); Prilysteen Fire; Jose Maria Bessone (ao piano) e a Orquesta de Jazz do CAE.

Durante as tardes foram dinamizados workshops temáticos com a colaboração da Coimbra Business School e do CTCV – Centro Tecnológico da Cerâmica e do Vidro.

Houve ainda espaço para momentos de desporto com Zumba, Pilatos, Combat e Spining com o apoio do Ginásio Dinos -Nutrição Fitness e Saúde e da Santiago Bikes.

Foi ainda dinamizada a 1.ª Regata FigueiraSea By Grupo Lusiaves onde na manhã do dia 28 a disputa foi no rio com prova de Remo e da parte da tarde o mar foi palco de uma prova de vela.

Com o patrocínio da Autoridade Marítima Nacional foi possível visitar o Navio NRP António Enes que esteve na Praça da Europa atracado no período em que decorreu a feira.

Com esta feira a Figueira da Foz dinamizou um conjunto de iniciativas e temáticas de grande importância e de preocupação com as gerações futuras.

Esperamos por todos em 2020.

Formações Modulares

2019-08-04

A ACIFF está promover ações de formação modulares para empregados e desempregados.

Mais informações através do email formação@aciff.pt ou através do 233401320

Contacte-nos temos a formação à sua medida!

Prazo Livro de Reclamações On Line ate 31 de dezembro

2019-08-04

Esta 2.ª fase de implementação do Livro de Reclamações Eletrónico – aplicável aos setores económicos fiscalizados pela ASAE – teve início a 1 de julho de 2018 e viu o seu prazo de subscrição alargado até 31 de dezembro.

O Decreto-Lei 74/2017 de 21 de junho veio estabelecer a obrigatoriedade de utilização do livro de reclamações eletrónico para a grande maioria dos agentes económicos.

O livro de reclamações eletrónico não substitui o livro de reclamações físico, que deve estar visível no estabelecimento, por isso ambos os formatos (físico e digital) são obrigatórios.

As atividades económicas abrangidas são as que são fiscalizadas pela ASAE (ex. estabelecimentos de restauração ou bebidas, lavandarias, cabeleireiro, beleza ou outros de natureza similar, de tatuagens e colocação de piercings, de manutenção física, de reparação de bens pessoais e domésticos, de estudos e de explicações, funerárias, estabelecimentos hoteleiros e agências de viagens).


Estas empresas dispõem no sítio da internet em Livro Reclamações e uma área específica, onde poderão, de forma simples e rápida, registar-se, sendo-lhe atribuído a título gratuito, um lote de 25 reclamações eletrónicas.

Após o registo e processo concluído terá acesso à sua área de trabalho onde poderá gerir as reclamações eletrónicas que lhe forem remetidas.

As empresas serão notificadas através de e-mail, que existe uma reclamação relativamente à sua atividade quando o consumidor preenche a reclamação eletrónica na plataforma.

A partir da data da notificação da existência da reclamação, as empresas têm a obrigação de, no prazo de 15 dias úteis responder ao consumidor ou utente para o e-mail indicado na reclamação informando-o, quando aplicável, sobre as medidas adotadas na sequência da mesma e comunicar à ASAE a resposta remetida ao consumidor ou utente em virtude da reclamação formulada, bem como outros elementos que entenda pertinentes.

Devem ainda as empresas divulgar nos respetivos sítios da internet, em local visível e de forma destacada, o acesso à Plataforma Digital.
As que não disponham de sítios na internet devem ser titulares de endereço de correio eletrónico para efeitos de receção das reclamações submetidas através da Plataforma Digital.

A ACIFF disponibiliza os seus serviços para informações, bem como apoio no processo de registo.